Uma esquina de cinema!
Celso Marvadão

Este trecho da rua São Bento tem histórias para contar sobra o comércio e os usos e costumes de Sorocaba.. É um pedaço de saudade de um quarteirão onde hoje se encontra o banco Bradesco.

No prédio da esquina de cima, entrada da rua Santa Clara, ficava a redação e oficinas do jornal Cruzeiro do Sul e também a Rádio Clube. Antes disso, o ponto foi a Loja Freitas e, mais antigamente, o Clube dos Atiradores.

Na esquina com a rua Nogueira Martins, estes caminhões parados em cima da calçada, no início dos anos 1950, são da empresa G. Monteiro, que vendia veículos da GMC e da Pontiac. Depois a G. Monteiro foi para a avenida General Carneiro e no lugar ficou a empresa Irmãos Archilla, que representava os caminhões De Sotto. Tempo em que a rodovia Raposo Tavares ainda passava por dentro de Sorocaba.

Mais tarde, esse prédio da esquina com a Nogueira Marins virou um rink de patinação e em seguida o Cine São Bento, com apelo popular, enquanto o São José, logo abaixo, era um cinema chique.

A foto mais ampla, do acervo de Osvaldo de Souza Filho, mostra o Cine Teatro São José antigo, que ainda não chegava até a esquina. O novo prédio foi erguido nos meados dos anos 60.

No outro lado da rua, a baixo do Correio, ficava o Bar Passarinho, também de muitas lembranças, entre outros bares e restaurantes que marcaram época na rua São Bento, como Andorinha, Flório, Riccieri e Scherepel

Fotos do arquivo do Jornal Cruzeiro do Sul.