PRD9 e PRD7: Rádios pioneiras a serviço do comércio
Celso Marvadão

Os serviços de alto-falante ganharam, em 1933, praticamente na mesma data, duas emissoras de rádio – a PRD9 e a PRD7, veículos de grande importância para o comércio de Sorocaba, uma das cidades pioneiras da radiodifusão no interior do país.

Por trás desses veículos de comunicação, dois destacados empresários locais, proprietários de lojas especializadas em equipamentos e em aparelhos de rádio, justamente quando surgiam os receptores valvulados, que substituíram os aparelhos rústicos alimentados por pedra de galena. A loja de Raphael Cunto (Bizuzi) ficava na rua do Hospital (Álvaro Soares), esquina do Largo Santo Antônio. A Casa Freitas, de Orlando da Silva Feitas, situava-se na esquina das ruas São Bento e Santa Clara, onde funcionou a Rádio Clube de Sorocaba e o Jornal Cruzeiro do Sul.

A PRD9 Rádio Sociedade de Sorocaba foi instalada nos fundos da Casa Cunto, próximo da fábrica de carroças de Severo Ferrucci. Ali aconteceram os primeiros testes, a partir de um transmissor criado por Vitor Carone, com a ajuda de técnicos da Escola Profissional (fundada em 1929) e de um grupo de amigos do rádio. A Loja Cunto depois acabou adquirindo um transmissor profissional da Byington & Cia, representante da Westinghouse.

Mas já em 1930, Joubert Wey, considerado o primeiro locutor profissional de Sorocaba, irradiava a romaria de Aparecidinha. Em 1933, Caputti Sobrinho transmitiu a instalação do curso Ginasial do Estado no prédio da futura sede do Clube Estrada de Ferro Sorocabano, na rua Álvaro Soares. O locutor Sylvio Betti completava o trio.

A Rádio Clube, hoje Boa Nova, em 1933 transmitia, na voz do próprio Orlando da Silva Freitas, a procissão da imagem de Nossa Senhora da Ponte, padroeira da cidade. A Clube se instalou inicialmente no recém-construído Palacete José Miguel, na Rua XV de Novembro. A Casa Freitas, representante das máquinas de costura Pfaff, passou a vender também os produtos da Phillips.

A PRD9 foi fundada em 14 de julho de 1933 e fez as primeiras transmissões informais em Sorocaba, mas só conseguiu o registro oficial em novembro de 1933. A PRD7 conseguiu esse registro em agosto de 1933. Ou seja, ambas são pioneiras. Em 1941, Rafael Cunto vendeu sua emissora para a Rádio Difusora de Itapetininga.

A primeira transmissão de uma partida de futebol em Sorocaba foi da Rádio Clube, em 28 de fevereiro de 1937. São Bento x Estrada, em parceria com o jornal Cruzeiro do Sul, com locução de Norberto Amaral Bastos e comentários de João Pensa. Local: Parque Sorocabana, depois transformado em Estádio Rui da Costa Rodrigues. Resultado: 5 a 4 para o São Bento

No livro Histórias do Nosso Rádio, Otto Wey Netto registra, com base em relato do historiador Aluísio de Almeida, que o primeiro receptor de rádio de Sorocaba pertenceu a José Speers, filho do casal Frank e Rosália Speers. A novidade foi instalada em 1926 em chácara ao do Caminho Fundo (avenida General Osório), local depois adquirido por Alberto Trujillo.

Fotos: Casa Cunto , estúdio da Rádio Clube e símbolo da PRD9 (fotos MHS), loja e fábrica de carroças Ferrucci, no largo Santo Antônio.